PREFEITURA

PREFEITURA
General Sampaio

sexta-feira, 9 de abril de 2010

PROJETO COMBATENDO A EVASÃO ESCOLAR

Combatendo a evasão escolar
Autor: E.M.E.F. JOSÉ BEZERRA FILHO

INTRODUÇÃO

O projeto de combate à evasão da escolar da E.M.E.F. JOSÉ BEZERRA FILHO, foi estruturado com base num diagnóstico da situação municipal. Identificado o problema, partiu-se para duas frentes de ação: uma externa e outra interna.A frente externa está centrada da divulgação do projeto e na sensibilização da sociedade com relação ao problema da evasão escolar.A frente interna, por sua vez, está subdividida em outras duas frentes: uma de contato direto com o aluno evadido ou em processo de evasão, que abarca desde a conversa com o próprio aluno em sua escola até o encaminhamento de determinados casos para o Conselho Tutelar e para a Vara da criança e da adolescência ; e outra que vai desde a reestruturação do curriculum e do conteúdo das disciplinas escolares até as adaptações de alunos para transição da 5ª para a 9ª ano.
JUSTIFICATIVA

A evasão escolar é um problema complexo e se relaciona com outros importantes temas da pedagogia, como formas de avaliação, reprovação escolar, curriculum e disciplinas escolares. Para combater a evasão escolar, portanto, é preciso atacar em duas frentes: uma de ação imediata que busca resgatar o aluno "evadido", e outra de reestruturação interna que implica na discussão e avaliação das diversas questões enumeradas acima. Além disso, em parceria com o poder judiciário, é importante realizar campanha de esclarecimento, mostrando que o estudo formal é um direito da criança e do adolescente e que, o responsável pode, inclusive responder "processos por abandono intelectual" quando seus filhos evadem dos bancos escolares. Com os Conselhos Tutelares, é importante realizar projetos de complementação de renda e acompanhamento psicológico.São três as grandes causas da evasão escolar no município de General Sampaio: desestruturação familiar; necessidade de complementação da renda familiar e repetência escolar. O Projeto, portanto, ao mesmo tempo em que atrai o aluno para a escola, busca combater as causas da evasão.Os gestores do programa de combate à evasão escolar realizam visitas nas escolas, reuniões com professores, visitas nas residências de alunos com número elevado de faltas, divulgação na mídia dos trabalhos de combate a evasão escolar, contato permanente com o poder judiciário (vara da infância e da juventude) e conselhos tutelares. Além disso, definem estratégias de combate à evasão escolar específicas para escola.Numa outra frente, busca-se tornar a escola mais agradável e atrativa e o curriculum mais próximo das necessidades dos alunos e de suas famílias.O projeto interage com outros programas conduzidos pela própria secretaria municipal de educação, dentre os quais "Tempo de Aprender","Intervenção de Educadores Especiais e Coordenedores do Ensino fundamental I e II.

OBJETIVOS
GERAL

O principal objetivo do projeto de combate à evasão escolar é promover o acesso e garantir a permanência dos alunos na EMEF José Bezerra Filho.
ESPECÍFICOS
_ Diminuir a evasão escolar na rede municipal de ensino;
_ Manter as crianças e adolescentes em idade compatível, inseridas no contexto escolar;
_ Acompanhar a assiduidade dos alunos;
_ Apresentar para educadores, famílias, adolescentes e crianças, a importância da educação formal, e assim fazer da relação aluno-escola uma relação de amizade e não de obrigação;
_ Criar nas famílias o senso de responsabilidade em relação à educação de crianças e adolescentes;
_ Formar cidadãos críticos e conscientes de suas responsabilidades.

METAS GLOBAIS
- Reduzir a taxa de evasão do Ensino Fundamental Geral em 30% até 2.012.

METAIS ANUAIS
_ Reduzir a taxa de evasão do Ensino Fundamental Geral em l0% até 2012.
_ Reduzir a taxa de evasão do Ensino Fundamental Geral em l0% até 2012.
_ Reduzir a taxa de evasão do Ensino Fundamental Geral em l0% até 2012.

METODOLOGIA E ESTRATÉGIA DE AÇÃO;

Uma vez analisada a assiduidade dos alunos pelo Núcleo Gestor da escola municipal juntamente com a supervisão de combate à evasão escolar, foi elaborada uma seqüência de procedimentos que poderiam ser adotados pela diretora, supervisora e professores no combate a evasão escolar. Participaram da elaboração dos procedimentos, Núcleo Gestor e Comunidade Escolar.Posteriormente foi feita uma ampla divulgação desses procedimentos, denominados "Os dez mandamentos da evasão escolar", na escola municipal, sendo que a base fundamental do projeto é a informação e o esclarecimento das famílias.





AÇÃO
Os "dez mandamentos" são:* Verificar se a escola vem despertando o interesse dos alunos pelo/no processo ensino/ aprendizagem;
* Verificar se a escola e seus educadores vêm oferecendo respostas para as ansiedades e dúvidas de seus educandos;
* Sempre que possível, trazer à escola os pais e/ou responsáveis pelos alunos;
* Fomentar a conscientização dos pais e/ou responsáveis e alunos quanto à importância dos estudos formais;* Motivar todos os educadores ao redor de um objetivo único: "Combater a Evasão Escolar";* Fazer contato com os pais e/ou responsáveis pelos alunos que estejam com mais de dez faltas, consecutivas ou não;* Informar aos pais e/ou responsáveis o número máximo de faltas permitidas durante o ano letivo, segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional;* Alertar os pais e/ou responsáveis quanto às penalidades previstas em Lei pela não permanência de seus filhos na escola (abandono intelectual);* Realizar, registrando-se em ata, até três tentativas de conversação com os pais e/ou responsáveis pelos alunos em vias de evasão escolar;* Após se esgotarem os recursos acima, comunicar o caso à supervisão de combate à evasão escolar da Secretaria Municipal da Educação.Para divulgar estes procedimentos, num primeiro momento, foram realizadas palestras na escola municipal, reunindo equipes diretivas, professores, alunos, pais e responsáveis, com objetivo específico de divulgar o projeto e enfatizar a importância de combater a evasão escolar.Em termos de procedimento, quando algum professor observa a ausência continuada de algum aluno, comunica a direção da escola ou a própria supervisora. Realiza-se então um contato direto com o aluno na própria escola.No caso do contato direção-aluno não surtir efeito, os pais e/ou responsáveis do aluno em processo de evasão escolar são convocados pela supervisão de combate à evasão escolar para, em reunião, tratar do caso específico do referido aluno.O passo seguinte é a visita da supervisora aos pais e/ou responsáveis que não comparecerem à reunião. Neste caso, quando os pais e/ou responsáveis não se assumirem como tais, dizendo, por exemplo, que moram ali há pouco tempo e que não têm filhos, a supervisora de combate à evasão escolar faz uma nova visita acompanhada de um colega para reconhecimento de ambos. Neste caso, o colega reconhece a casa do outro e confirma que ele realmente mora ali.Quando, ainda assim, os pais e/ou responsáveis se recusam a conversar sobre o assunto, ou seja, quando se esgotam os recursos via conversação e negociação entre pais, alunos e supervisão, esta recorre aos Conselhos Tutelares informando a situação.O Conselho Tutelar é responsável por encaminhar diversos casos em que o menor está em situação de risco, como apoio psicológico a menores usuários de drogas ou alcoólatras bem como pertencentes a famílias desestruturadas.Ressalta-se neste sentido que quando a família é estruturada, os pais recebem a notificação ou a visita do supervisor com bons olhos e geralmente resolvem o problema. No caso de famílias desestruturadas, muitas vezes a evasão é um problema mais sério.Em última instância, através da Vara da Infância e da Juventude, acionam-se os pais e/ou responsáveis judicialmente pelo aluno.PARCERIASParticipam do projeto de combate à evasão escolar o Núcleo Gestor , supervisora, Coordenadores do Ensino Fundamental I e II da SEDUC, professores, alunos, pais e/ou responsáveis, Conselhos Tutelares e o Poder Judiciário através da Vara da Infância e da Juventude.O projeto de combate à evasão escolar interage com outros projetos conduzidos pela própria secretaria municipal da educação.Deve-se destacar ainda os projetos Escola Viva, Evasão X Esporte, Judô como prática Educativa, Capoeira na Comunidade, Teatro e Dança na Escola.RECURSOSO projeto de combate à evasão escolar representa em termos de despesa para a Prefeitura Municipal de General Sampaio, algo em torno de R$ 6.000,00 ( Seis mil reais anuais, ou seja, R$ 500,00(Quinhentos reais) mensais para custear recursos humanos, aluguel de veículo, material de consumo como papel e xerox, e deslocamento de alunos, dentre outros.RESULTADOS E IMPACTOS ESPERADOSO projeto de combate à evasão escolar vai conseguir, desde o início de sua implementação, reduzir o índice evasão de escolar de 10% por ano.
Melhorar a qualidade do ensino, na medida em que for adaptando o curriculum e o conteúdo das disciplinas escolares, tornando-se mais agradáveis da realidade dos alunos.Partindo do princípio de que a maioria dos alunos em processo de evasão escolar é pobre e precisa ajudar na complementação do orçamento familiar, ou está em famílias desestruturadas, ou ainda está envolvida com prostituição infantil, drogas e alcoolismo, o projeto de combate à evasão escolar cumpre papel fundamental no resgate da garantia dos direitos dessas crianças.



CONTATOSDiretora Carla Adriana Estevam de SousaCoordenador pedagógico Antonio Gleiz Barbosa de MesquitaSupervisora de Combate à Evasão EscolarEndereço CEP 62738-000 – General Sampaio – CE.Telefone: (085)

Nenhum comentário:

Postar um comentário